domingo, 29 de maio de 2011

Sugestões de leitura para promover uma Cultura de Paz





Os quatro pilares da educação

Há em todos os cantos do planeta, uma grande expectativa sobre o futuro da Educação. Para que serve a Educação? O que é educar? Será que estamos a formar a nossa juventude para enfrentar os desafios da contemporaneidade? Que caminhos devemos percorrer?
Foi pensando em criar algumas orientações para a educação num mundo em mudança que Edgar Morin, sociólogo, filósofo e teórico, escreveu "Os 7 saberes do futuro" .
Neste livro, faz um reflexão profunda sobre as ferramentas que são necessárias para que se produza uma revolução na Educação.
Nos posts que se seguem, poderá ver Rubem Alves, educador e filósofo brasileiro, num discurso próprio rico em lirismo e poesia, falar com mel nas palavras, destes quatro pilares muito importantes.
Revista-se com sensibilidade deste grande educador.

Aprender a Fazer

Aprender a Conviver

Aprender a Ser

Aprender a Aprender

domingo, 8 de maio de 2011

Kinolivro - Lá vai o trem

Kinolivro - Vida Besta

O 1º JARDIM DOS LIVROS








As nuvens ameaçaram chuva, mas somos teimosos...num ato desesperado, olhei para o céu e bradei aos anjos : "Então, deixam-me trabalhar ou não?". E funcionou! Um vento corajoso afastou as nuvens, mas deixou um friozinho que não foi capaz de tirar o ánimo, deste grupo de amigos que resolveu encontrar-se para partilhar leituras.
A regra para participar no Jardim dos Livros é muito simples; trazer boa disposição e todas as crianças que encontrar pelo caminho, e assim, deixar-se levar pela leitura.
Os livros são carinhosamente distribuídos em mantinhas, e o leitor, como uma ave curiosa, pode saltar de lá para cá, de cá para lá...a descobrir uma nova história e quem sabe fazer um novo amigo.
Os adultos são motivados a proporcionar um ambiente, onde além de livros, possa se desfrutar de um ambiente pleno em ética de Amizade.
Leia para o seu filho e para outra criança que esteja ao lado; seja exemplo de partilha;fomente o gosto pelo livro e o encontro com outras crianças.
Estar no  Jardim dos Livros, nos permite também encontrar pessoas, deitar na relva sem se preocupar com a cor verde que fica estampada na roupa. É tempo de prazer, contemplação, amizade, relaxamento, e quem disse que o ato de ler não pode  ser assim?
A ideia do projeto Jardim dos Livros é nos encontrarmos uma vez por mês e assim, criarmos um Cordão Humano em Promoção da Leitura e Infância Saudável. Um sonho, porque Utopias, são necessárias para a felicidade.

Álbuns Ilustrados na Escola Gonçalves Zarco


E foi assim, agarrei na minha sacola de contos e rumei a escola.Livros bonitos, bons para aquecer o pensamento, livros deliciosos. À minha espera, muitos olhos curiosos e um pouco desconfiados, afinal, não são todos os dias que nos convidam para ir à Biblioteca, sentar-se no chão e partilhar leituras.
No princípio, os meninos se interrogavam: "o que será isto?" "quem é esta senhora?".
Mas o desconforto foi dissolvido no abraço da leitura partilhada, feita inicialmente em pequenos grupos, investigando e brincando de dar sentido ao mundo das imagens revelados nos álbuns: A Onda, A Aula de Tuba, Popville, As Estações...os meninos aos poucos foram ficando com o olhar bonito, curioso, e os risos nervosos de estranhamento, e as piadas que revelam desconforto, deram espaço a uma nova dinâmica.
O grupo foi se reunindo, se unindo, criando frases, pequenas histórias e a Biblioteca encheu-se da alegria, o livro criou forma na cabeça de cada leitor e a leitura começou a ter sentido.
Foi bom, espero voltar outro dia...beijinhos a todos!

domingo, 1 de maio de 2011

Para fazer o retrato de um Pássaro de Jacques Prévert



 
Para fazer o retrato de um Pássaro

Pinta primeiro uma gaiola
com a porta aberta
pinta a seguir
qualquer coisa bonita
qualquer coisa simples
qualquer coisa bela
qualquer coisa útil
para o pássaro.
agora encosta a tela a uma árvore
num jardim
num bosque
ou até numa floresta
esconde-te atrás da árvore
sem dizeres nada
sem te mexeres…
às vezes o pássaro não demora
mas pode também levar anos
antes que se decida.
Não deves desanimar
espera
espera anos se for preciso
a rapidez ou a lentidão da chegada
do pássaro não tem qualquer relação
com o acabamento do quadro.
Quando o pássaro chegar
se chegar
mergulha no mais fundo silêncio
espera que o pássaro entre na gaiola
e quando tiver entrado
fecha a porta devagarinho
com o pincel
depois
apaga uma a uma todas as grades
com cuidado não vás tocar nalguma das penas
Faz a seguir o retrato da árvore
escolhendo o mais belo dos ramos
para o pássaro
pinta também o verde da folhagem a frescura do vento
e agora espera que o pássaro se decida a cantar
se o pássaro não cantar
é mau sinal
é sinal que o quadro não presta
mas se cantar é bom sinal
sinal de que podes assinar
então arranca com muito cuidado
uma das penas do pássaro
e escreve o teu nome num canto do quadro

Jacques Prévert
Tradução de Eugénio de Andrade do original "Pour faire le portrait d'un oiseau" de Jacques Prévert.
A editora Kalandra editou e vale a pena conferir. A ilustração de Mordica Gerstein, é belíssima.Fica mais uma sugestão de leitura para si.

É um Livro de Jane Smith

Sim, é um Livro.
Na verdade, este Álbum Ilustrado é uma celebração da leitura impressa, feita em papel.

Sim, o livro, prende o seu leitor graças a sua narrativa. A sua maior força, está em aguçar o pensamento e o imaginário, de quem se deixa conduzir pela beleza do seu universo simbólico.
Nesta aventura, três amigos encontram-se e a história desenvolve-se perante a  perplexidade sobre a funcionalidade do objeto livro.

O macaco, se delicia com a sua presença...
O burro, não consegue compreender o seu valor, já que o livro não é interactivo como os jogos que existem no seu computador...
E o rato, dá um tom de comédia...

Mas no final, o burro rende-se a perplexidade e a aventura de ler o livro. Porque a impressão da escrita -no papel- seja através da palavra ou da imagem, é sempre um prazer a descobrir.

Em Portugal , O Livro, foi publicado pela editorial Presença.
Corra as livrarias e vá buscar o seu!