sexta-feira, 13 de agosto de 2010

O LADO DIREITO E O LADO ESQUERDO DO CÉREBRO


Uma parte de mim, gosta de flores.Deita na relva e se mistura com os cheiros e as pedras.
Observa as coisas com os olhos húmidos e perde o olhar e o tempo.
É romântica, criativa, sonhadora.
Vive de cabeça para baixo, tem fogo no rabo e não para quieta.
Canta e escreve.Imagina e Sonha.
Faz filmes: tragédias,comédias, brinca aos cowboys e tem uma leveza sem fim.
É o meu mundo criativo, e ,cheio de representações.

Outra parte de mim é rígida.
Organiza o mundo ,selecciona o pensamento, critica.
É pura racionalidade e pragmatismo.
É o meu mundo racional e adulto, é a minha parte analítica.

Vivem dentro de mim estes dois mundos. As vezes, equilibrados, outras vezes, em desequilíbrios.
Passo a vida como um trapezista.
Os meus mundos oscilam, pendem,descarrilam, mas estão sempre em movimento.
Eu pensava que isto era poesia, mas dizem que neurologicamente, somos todos um pouco assim.

Durante o tempo em que estamos  vivos, devemos tomar conta deste grande jardim, que é o nosso cérebro; cuidando da nossa racionalidade, sem matar o encanto; vivendo do pão, sem perder o sonho; amando a poesia e o por -do -sol, sem esquecer que as vezes, o preto e o branco são os tons do momento.

E é por isso que sei ,que tudo é inconstante ,e, que somos pura dualidade.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe um comentário