sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Vamos falar de Natal e de afeto. E claro, as opções de leitura não faltam. Dedicado a pais e todos aqueles que desejam pensar sobre a importância do investimento afetivo para o crescimento saudável, Eduardo Sá, psicólogo e psicanalista nos escreveu: Más Maneiras de sermos bons Pais - o futuro aceita pessoas imperfeitas.
Longe de ser um manual de receitas comportamentais, são uma seleção variada de crónicas e pequenos textos onde infância, família e amor são os temas circundantes.


"- as crianças têm o direito constitucional de andarem com a cabeça noar. Sempre que alguém as quiser certinhas e crescidas, ficam rezingonas. E só quando forem pais , com um sentimento de que viveram adormecidos, é que irão perceber que só aprende quem põe ao leme, para sempre, a vontade de rir;
- as crianças estão autorizadas a cair. Não caindo nunca aprendem a cair;
- as crianças devem lutar, várias vezes por semana. primeiro, com almofadas, com os irmãos. E, a seguir,com os amigos, fora de casa. Se nunca lutam, podem até parecer exemplares, mas não são crianças: tornam-se "choninhas"
- as crianças têm o direito a não ser falasamente elogiadas. sempre que as elogiam, como se fossem tolas, viram sapos. Podem até ser belas. Mas tornam-se adormecidas."

Más Maneiras de Sermos Bons Pais
Autor: Eduardo Sá
Editora Oficina do Livro

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

O PAI NATAL/PAPAI NOEL EM PESSOA!

E mais uma vez, ele mesmo, o homem de barbas, entrou em contato conosco e trouxe algumas cartas para lermos. Devo dizer que achei o Pai Natal um pouco preocupado, e não lhe faltam motivos. Além da famigerada crise, vivemos um momento onde a ansiedade parece ter-se feito companheira de muitas famílias.
É hora de abanar o pó da tristeza e investir no afeto verdadeiro, e no encontro daqueles que fazem parte de nós. Apenas os abraços são capazes de nos aliviar o peso de tantas pressões.
Fica o desejo de um Natal, menos materialista, onde os presentes celebrados são a presença de quem amamos.

"Caras amigas
Já faz um ano que não nos falamos. Por aqui, no Pólo Norte ,faz muito frio, mas a Mãe Natal tem feito um chocolate quente que me faz esquecer da dieta...uma delícia.
 Mando-vos algumas cartas, leiam com cuidado. Parece que andam por aí a dizer que não existo. E por todos os Centros Comerciais, andam homens barbudos com almofadas presas à cintura a tentarem se passar por mim.
Ora, estes são clones, o verdadeiro sou eu, e só apareço quando estão todos a dormir. Teria graça se fosse diferente?
Imaginem, que infância sem beleza , se as personagens bondosas e pacientes deixassem de existir?
O mundo anda aos trambolhões e muitas vezes, os adultos se esquecem das crianças que foram, ou, porque as suas crianças ainda vivas em si, andam famintas de amor, se esquecem que sem fantasia e criatividade, o ser humano perde o combustível para vida.
Neste Natal, o meu pedido é que deixem as crianças sonhar. Permitam que desejem o impossível, apenas desta forma, conhecerão os seus limites e o que verdadeiramente podem alcançar.
Não se preocupem, também tenho prendinhas para vocês, mas estas...só no dia 25!

CARTA DO TIAGO

"Pai Natal

O meu Pai, diz que Portugal está em crise, por isso vou ser muito rápido: quero um carro de corridas. Pode ser vermelho, ou um Ferrari telecomandado. Mas tem um detalhe muito importante, o meu Pai tem de vir incluído.
Sabe, gosto mesmo de brincar com o meu Pai, mas ele não me liga nenhuma, passa os dias preocupado com o trabalho e quando chega em casa , só quer ver os noticiários e falar da crise.
Será que o Pai Natal, poderia passar esta crise, por apenas duas semanas, quando estou de férias da escola, e quem sabe darmos juntos um passeio, ou, brincarmos juntos com a minha prenda nova.
Acho que vou ser o menino mais feliz da minha escola, se o meu Pai encontrar mais tempo para brincar comigo e sairmos, só os dois a descobrir coisas juntos.
Eu sei que os adultos têm muitas responsabilidades, mas os pais deviam descobrir que precisamos de abraços, que é mais divertido brincar com eles do que com brinquedos telecomendados e que o melhor brinquedo para um filho, são os seus pais.
A minha mãe, já brinca, mas o meu pai...anda mesmo preguiçoso.
Será que há um chazinho que o anime?
Não se preocupe Pai Natal, para chegar a minha casa é fácil, tem muitas cambiarras e parece mais o Carnaval. Deixo umas cenouras para as renas, e um copinho de leite para si na cozinha.
Vou para cama cedo, esta noite, assim o dia chega mais depressa.Estou tão curioso, que nem consigo pensar direito"

Grande abraço Pai Natal
Joao Pedro

Carta da Matilde

"Querido Pai Natal

Gosto muito de ti e das tuas barbas brancas. Aqui na escola, dizem que não existes mas eu não acredito neles. Sou muito esperta enquanto eles nem sabem contar, e se atrapalham na tabuada dos nove...são uns tontos, sei que estão a mentir!
Escrevi esta carta com a ajuda da minha professora, ela prometeu a todos os meninos lá da escola, que as  levaria ao correio. A minha professora é um espetáculo.
Fogo Pai Natal, é mesmo incrível que consigas ler tooodas as cartas que lhe mandam.  Admiro-o muito, ler em tantas línguas não é fácil...
Este ano não quero prendas, ou melhor, não preciso de mais brinquedos porque já tenho muitos. Quero mesmo uma coisa dentro da cabeça da minha mãe.Uma coisa que é muito importante para uma criança, e que gostamos muito.
Pai Natal, eu queria que a minha mãe deixasse-me  sujar um bocadinho!
Claro que não é preciso ficar coberta de lama, mas dava jeito não ter sempre que estar limpinha e poder andar de bicicleta durante todo o sábado. Poder colecionar as pedrinhas que encontro, e não ter sempre que trocar de roupa quando um pequeno rasgão acontece.
A verdade, é que eu gosto de brincar muito, mas só posso nos fins de semana...se passo todo o tempo a manter-me  bonita e limpa, como posso brincar?
Era isso Pai Natal, sei que parece uma ideia doida, mas eu quero o direito de sujar-me e de brincar à brava. Se esfolar os joelhos, não faz mal, eu fico boa logo, logo.Afinal todas as crianças têm um anjo que toma conta delas. E eu, sou como um gato, caio, mas levanto de seguida.
Sei que é um pedido difícil,mas O Pai Natal consegue, talvez seja necessário hipnotiza-la, o meu pai diz, que as vezes a minha mãe é impossível.
Esta, seria a melhor prenda que uma criança pode desejar.
Obrigada grande amigo"

Beijos Matilde

domingo, 20 de novembro de 2011

AFONSO E O LIVRO

Gostei mesmo deste livro, até porque tenho uma grande atração por livros que falam de livros e do prazer de ler.Não conhecia o autor, e peço desculpas, porque não pesquisei nada sobre o mesmo. Mas desejo sinceramente que escreva mais livros, só para ter o prazer de os ler.
É disto que o livro fala, do prazer de ler o desconhecido, o livro não existente.A procura interminável que existirá, enquanto houver vida,por coisas a ler, a sentir, a pensar.
Afonso, se nega a ler, porque ainda não encontrou o livro, "aquele livro" idealizado, só seu. Na busca deste livro, desenvolve-se a narrativa e de uma forma nada didática, o leitor aprende o processo e as fases de construção de um livro.
É informado, sobre todas as pessoas que fazem parte do mundo da edição e o trabalho detalhado que exige a criação de um livro.
E que bonito é que é, quando o Luís Filipe Cristóvão, nos revela o mundo dos ilustradores,digitalizadores,revisores, paginadores, enfim, esta gente que faz da sua vida livros, e que sem a sua existência, o mundo seria mesmo uma coisa ruim.
O bom mesmo é dar uma olhada no video, e ver o livro por dentro.

 
Afonso e o Livro
Texto: Luís Filipe Cristóvão
Ilustrações: Amélie Bouvier
Edição Livrododia

Não é fácil,pequeno esquilo!



Se há uma palavra que pode sintetizar este álbum, esta palavra é: comovente.
A Autora Elisa Ramón, nos traz o tema da morte, geralmente tabu, na literatura para crianças.
Aqui, o tema é tratado de forma séria, mas sem perder a delicadeza e ternura que um bom livro para crianças pode ter.
As ilustrações de Rosa Osuna, que já nos presenteou com outros deliciosos álbuns como : Os Avós e Um Presente Especial, também editados pela Kalandraka, organizam um discurso dos afetos, onde a figura paterna ganha força, revelando que o pai, pode sim, representar amor, contensão e carinho.
É o Pai, que ensina a seu filho- o pequeno esquilo- que a sua mãe estará sempre dentro dele, em todos os momentos.
Com a ajuda do tempo, da amizade e do amor, o pequeno esquilo, envolvido pela certeza do amor da sua mãe, volta a sorrir e a brilhar.
Reconhecendo que falar do tema, pode ser uma caminho para a sua superação do mesmo, fica uma sugestão de leitura que pode ser acarinhada por pais e educadores.

Não é fácil, pequeno esquilo!
Texto: Elisa Ramón
Ilustração: Rosa Osuna
Editora Kalandraka

Praia Mar


O Planeta Tangerina não para de nos surpreender, e nós gostamos das novidades. Desta vez, o ilustrador Bernardo Carvalho, nos presenteia com um álbum só com imagens, de um dia, ou quem sabe, de uns dias na praia.
Não é a primeira vez que o autor trabalha sobre esta temática. Parece que o Bernardo gosta mesmo de mar...(risos). No anterior - Dia na Praia- os dias de sol e o encontro com o mar aparecem, mas, com a preocupação ecológica de preservar e cuidar do planeta.
Aqui, falamos de prazer, de encontro e encantamento. Toda a narrativa de imagens se debruça, no prazer dos dias solarengos e bem passados com amigos. Na alegria de contemplar pequenas conchas, e quem sabe, coleciona-las. No barulho alegre dos amigos que escalam pedras e saltam, no encontro com o mar salgado.
Um álbum, com um tamanho ideal para leituras conjuntas. Que bom seria se existissem mais álbuns assim...mediar leituras com livros de tamanho pequeno, é uma ginástica...(risos)
Apenas indicado a leitores curiosos e pouco preguiçosos,  afinal não é para isso que os álbuns existem? (
PRAIA MAR
Autor: Bernardo Carvalho
Editora: Planeta Tangerina

quinta-feira, 28 de julho de 2011

E tu rabiscas?

Vamos esquecer de vez, os livrinhos para colorir e pintar, que não podemos passar da linha ou criar nada de novo.Para deixar a Criatividade fluir, algumas vezes pode ser positivo, ter um ponto de partida. E se a folha em branco, ainda é demasiado assustadora, vale a pena investir neste livro. Aqui, vai encontrar personagens, objetos e cenários onde poderá dar asas a imaginação.É diversão garantida, e o mais importante de tudo, em cada página encontrará um desafio que vai provocar a Criatividade infantil.
Mais educativo que as fichas de verão...afinal, todos precisam de descanso. E é a brincar que outras aprendizagens acontecem.

E tu, rabiscas?
Nikalas Catlow
Editora Galivro

Jogos da Glória da Editora Edicare


Férias, tempo de brincadeira gostosa e de riso. Vamos deixar os cadernos de lado e brincar. è tempo de refrescar as ideias e encontrar amigos, visitar os avós, subir nas árvores e não fazer nada.
Fica esta sugestão para tempos divertidos. 

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Barbatuques e o trabalho com as crianças



Quando falo, que é importante deixar a criança falar da sua experiência, do que sentiu e aprendeu durante o processo, há gente mal formada, que torçe o nariz...enfim, faltam as referências tão importantes para ser um orientador empático.

Cambalhota - Percurssão corporal



Leveza, que leveza. Que bom, é quando aprender e experimentar estão de braços dados.
Ando um pouco cansada e preocupada, desculpem o desabafo, com a diretividade de muitos professores de arte e expressões.
Imaginem só desenhar  segundo instruções severas...e acreditem que assisti uma cena constrangedora há pouco tempo, onde a professora, tirou o lápis da criança e literalmente fez o seu desenho dizendo: «agora sim está certo»
Só uma palavra para descrever: arrepiante!
A responsabilidade é sempre da formação destes profissionais, afinal, ainda se acredita que basta ter jeito, para dinamizar um grupo de artes.
Mas para retirar o tom de revolta, o positivo é se deixar inspirar pela naturalidade e assertividade existentes nesta pequena sessão de percussão corporal.
Afinal, aprender música pode ser divertido, pois nem todos os mortais se rendem as famigeradas flautas de biesel (desculpem, a minha foi utilizada como bateria, para indignação do meu professor de música...)

Tempo de brincar: Fui lá na horta / Peteca - TV PAULO FREIRE



Tempo de brincar é tempo de crescimento interno e de aquisição de competências sociais.
Toda a criança tem o direito de brincar, e se desejamos o seu desenvolvimento integral, devemos nos preocupar mais em lhes fornecer este tempo de brincadeira, do que sobrecarregar-las de informação e formação.
A verdade é que os pais, andam sempre assustados com o fantasma do crescimento, que geralmente é associado com a preparação para um futuro profissional. Por isso, vemos por todos os lados, atividades de enriquecimento curricular, como a aprendizagens das línguas ou novas tecnologias.
Bem, durante o vídeo, podemos ver o espírito de grupo, a alegria de estar junto e a importância do jogo como facilitador das relações interpessoais.
Pensar em recreios, onde o brincar é palavra de ordem, não é tão impossível e ainda bem que a TV Paulo Freire nos deixa esta mensagem.

domingo, 12 de junho de 2011

Poesia para Crianças

E se antes de sair de casa, tomar um gole de poesia?

Bem, a ideia é motivar para a leitura da poesia às crianças. Em muitos dos posts abaixo, vai descobrir o porque desta da paixão. Desde muito pequena, fui acostumada a ouvir e ver poesia, seja lida, seja dramatizada, cantada etc.
Havia poesia por todos os lados, era impossível resistir a seu encanto.

O sonho, era promover estes gestos de brincar e musicar as palavras.
Que bonito é dar espaço para a poesia nas escolas, em casa, na televisão, na rádio...enfim, nos deixarmos embalar por esta bela senhora: A Senhora Poesia.

Nesta terça feira,no programa da RDP- Antena 1, vamos falar de Poesia para Crianças.
Com simplicidade,sem pretenciosismos, lendo alguns dos maiores poetas da língua portuguesa. Com certeza vai faltar alguém...
Queremos motivar a quem nos ouve a repetir o gesto, seria mesmo bonito.

FORMIGAS de Luísa Ducla Soares

Uma formiga de gravata
a matar uma barata.

Uma formiga ao balcão
a vender bolos e pão.

Uma formiga de bicicleta
a pedalar para ser atleta.

Uma formiga a jogar xadrez
com um marinheiro inglês.

Uma formiga fotografando
o rei a fazer contrabando.

Uma formiga de altifalante
o namorar com um elefante.

Uma formiga de bigode
a gritar «Ai, quem me acode!»

Uma formiga de caracóis
na cozinha, a fritar rissóis.

Uma formiga a dar um estalo
num policia a cavalo.

Uma formiga toda nua
a dançar no meio da rua.

Uma formiga cirurgião
a transplantar um coração.

Uma formiga muito sabida
a inventar o insecticida.

Toquinho - O Pato

A Casa

Castelo Rá Tim Bum: A Galinha D'Angola - Vinicius de Moraes

Castelo Rá Tim Bum: Ocorrência - Ferreira Gullar

Castelo Rá Tim Bum: O Relógio - Vinicius de Moraes

Castelo Rá Tim Bum: Trem de Ferro - Manuel Bandeira

Mario Quintana - Dorme ruazinha...é tudo escuro.


Dorme, ruazinha... É tudo escuro...
E os meus passos, quem é que pode ouvi-los?
Dorme o teu sono sossegado e puro,
Com teus lampiões, com teus jardins tranqüilos...

Dorme... Não há ladrões, eu te asseguro...
Nem guardas para acaso persegui-los...
Na noite alta, como sobre um muro,
As estrelinhas cantam como grilos...

O vento está dormindo na calçada,
O vento enovelou-se como um cão...
Dorme, ruazinha... Não há nada...

Só os meus passos... Mas tão leves são
Que até parecem, pela madrugada,
Os da minha futura assombração...

(QUINTANA, Mário. Soneto II. In: ─ . A Rua dos Cataventos; org. Tânia F. Carvalhal. São Paulo: Globo, 2. ed., 2005, pp. 20, “Coleção Mario Quintana”.)

O GIRASSOL de Vinicius de Moraes

Sempre que o sol

Pinta de anil

Todo o céu

O girassol

Fica um gentil

Carrossel.



O girassol é o carrossel das abelhas.



Pretas e vermelhas

Ali ficam elas

Brincando, fedelhas

Nas pétalas amarelas.



— Vamos brincar de carrossel, pessoal?



—  "Roda, roda, carrossel

Roda, roda, rodador

Vai rodando, dando mel

Vai rodando, dando flor".



— Marimbondo não pode ir que é bicho mau!

— Besouro é muito pesado!

— Borboleta tem que fingir de borboleta na

            entrada!

— Dona Cigarra fica tocando seu realejo!



— "Roda,  roda, carrossel

Gira, gira, girassol

Redondinho como o céu

Marelinho como o sol".



E o girassol vai girando dia afora . . .



O girassol é o carrossel das abelhas.

Programa Infantil TVX - Poesias para crianças - Tais

domingo, 5 de junho de 2011

Arteterapia para professores/educadores




Fragmentos de um Workshop de Arte Terapia ministrado pela Arte Terapeuta  Anna Freijomil.
Que bom seria , se os educadores, durante a sua formação universitária recebessem de técnicos habilitados formação em expressão pela ARTE.
O que é observável,é a falta de profissionais competentes a ensinar expressão corporal e dramática, focalizando as aprendizagens apenas para a montagem de um espectáculo.

Mas, falemos de competência e sensibilidade...no vídeo acima, poderá ver os educadores experimentarem com prazer, num modelo vivencial, vários mediadores de expressão.
Aqui, o que se pretende é dar ferramentas para serem dinamizadas em sala de aula que facilitem a expressividade e a comunicação dos alunos.Mas a metodologia exige que o educador experimente para só depois, dinamizar com os seus alunos.

Porque conhecendo e reconhecendo as suas dificuldades perante os desafios propostos,o educador, será mais empático a algumas dificuldades expressivas encontradas nos seus alunos.
Alguns motes são importantes para assegurar o sucesso durante a intervenção:
  • deixar fluir o gesto, o traço e a expressão, eliminando a crítica.
  • pensar que é uma criança e procurar o prazer em fazer e descobrir.
  • ser verdadeiro consigo e deixar-se expressar.
  • aceitar as propostas abertamente.
  • valorizar a participação do grupo e ser receptivo aos outros.
  • manter os níveis de assertividade em alta.

Arteterapia para CRIANÇAS



Coragem, isso é preciso, se desejamos dinamizar espaços onde o brincar seja facilitado a criança.
Neste pequeno video, podemos ver algumas sessões de Arte Terapia, facilitadas na Colômbia, para crianças que vivem num bairro social. Belo, emocionante e pleno em afetos.
Durante a intervenção, vários mediadores artísticos são utilizados:
  • pintura
  • fantoches
  • expressão corporal
  • escrita
  • dramatização
Aqui, vemos crianças livremente à experimentar, para depois falarem dos sentimentos ou significados das suas criações, num processo de desenvolvimento pessoal que lhe facilitará o crescimento saudável.
Arte utilizada como facilitadora da auto expressão, e quem disse que este sonho não é possivel?

domingo, 29 de maio de 2011

Sugestões de leitura para promover uma Cultura de Paz





Os quatro pilares da educação

Há em todos os cantos do planeta, uma grande expectativa sobre o futuro da Educação. Para que serve a Educação? O que é educar? Será que estamos a formar a nossa juventude para enfrentar os desafios da contemporaneidade? Que caminhos devemos percorrer?
Foi pensando em criar algumas orientações para a educação num mundo em mudança que Edgar Morin, sociólogo, filósofo e teórico, escreveu "Os 7 saberes do futuro" .
Neste livro, faz um reflexão profunda sobre as ferramentas que são necessárias para que se produza uma revolução na Educação.
Nos posts que se seguem, poderá ver Rubem Alves, educador e filósofo brasileiro, num discurso próprio rico em lirismo e poesia, falar com mel nas palavras, destes quatro pilares muito importantes.
Revista-se com sensibilidade deste grande educador.

Aprender a Fazer

Aprender a Conviver

Aprender a Ser

Aprender a Aprender

domingo, 8 de maio de 2011

Kinolivro - Lá vai o trem

Kinolivro - Vida Besta

O 1º JARDIM DOS LIVROS








As nuvens ameaçaram chuva, mas somos teimosos...num ato desesperado, olhei para o céu e bradei aos anjos : "Então, deixam-me trabalhar ou não?". E funcionou! Um vento corajoso afastou as nuvens, mas deixou um friozinho que não foi capaz de tirar o ánimo, deste grupo de amigos que resolveu encontrar-se para partilhar leituras.
A regra para participar no Jardim dos Livros é muito simples; trazer boa disposição e todas as crianças que encontrar pelo caminho, e assim, deixar-se levar pela leitura.
Os livros são carinhosamente distribuídos em mantinhas, e o leitor, como uma ave curiosa, pode saltar de lá para cá, de cá para lá...a descobrir uma nova história e quem sabe fazer um novo amigo.
Os adultos são motivados a proporcionar um ambiente, onde além de livros, possa se desfrutar de um ambiente pleno em ética de Amizade.
Leia para o seu filho e para outra criança que esteja ao lado; seja exemplo de partilha;fomente o gosto pelo livro e o encontro com outras crianças.
Estar no  Jardim dos Livros, nos permite também encontrar pessoas, deitar na relva sem se preocupar com a cor verde que fica estampada na roupa. É tempo de prazer, contemplação, amizade, relaxamento, e quem disse que o ato de ler não pode  ser assim?
A ideia do projeto Jardim dos Livros é nos encontrarmos uma vez por mês e assim, criarmos um Cordão Humano em Promoção da Leitura e Infância Saudável. Um sonho, porque Utopias, são necessárias para a felicidade.

Álbuns Ilustrados na Escola Gonçalves Zarco


E foi assim, agarrei na minha sacola de contos e rumei a escola.Livros bonitos, bons para aquecer o pensamento, livros deliciosos. À minha espera, muitos olhos curiosos e um pouco desconfiados, afinal, não são todos os dias que nos convidam para ir à Biblioteca, sentar-se no chão e partilhar leituras.
No princípio, os meninos se interrogavam: "o que será isto?" "quem é esta senhora?".
Mas o desconforto foi dissolvido no abraço da leitura partilhada, feita inicialmente em pequenos grupos, investigando e brincando de dar sentido ao mundo das imagens revelados nos álbuns: A Onda, A Aula de Tuba, Popville, As Estações...os meninos aos poucos foram ficando com o olhar bonito, curioso, e os risos nervosos de estranhamento, e as piadas que revelam desconforto, deram espaço a uma nova dinâmica.
O grupo foi se reunindo, se unindo, criando frases, pequenas histórias e a Biblioteca encheu-se da alegria, o livro criou forma na cabeça de cada leitor e a leitura começou a ter sentido.
Foi bom, espero voltar outro dia...beijinhos a todos!

domingo, 1 de maio de 2011

Para fazer o retrato de um Pássaro de Jacques Prévert



 
Para fazer o retrato de um Pássaro

Pinta primeiro uma gaiola
com a porta aberta
pinta a seguir
qualquer coisa bonita
qualquer coisa simples
qualquer coisa bela
qualquer coisa útil
para o pássaro.
agora encosta a tela a uma árvore
num jardim
num bosque
ou até numa floresta
esconde-te atrás da árvore
sem dizeres nada
sem te mexeres…
às vezes o pássaro não demora
mas pode também levar anos
antes que se decida.
Não deves desanimar
espera
espera anos se for preciso
a rapidez ou a lentidão da chegada
do pássaro não tem qualquer relação
com o acabamento do quadro.
Quando o pássaro chegar
se chegar
mergulha no mais fundo silêncio
espera que o pássaro entre na gaiola
e quando tiver entrado
fecha a porta devagarinho
com o pincel
depois
apaga uma a uma todas as grades
com cuidado não vás tocar nalguma das penas
Faz a seguir o retrato da árvore
escolhendo o mais belo dos ramos
para o pássaro
pinta também o verde da folhagem a frescura do vento
e agora espera que o pássaro se decida a cantar
se o pássaro não cantar
é mau sinal
é sinal que o quadro não presta
mas se cantar é bom sinal
sinal de que podes assinar
então arranca com muito cuidado
uma das penas do pássaro
e escreve o teu nome num canto do quadro

Jacques Prévert
Tradução de Eugénio de Andrade do original "Pour faire le portrait d'un oiseau" de Jacques Prévert.
A editora Kalandra editou e vale a pena conferir. A ilustração de Mordica Gerstein, é belíssima.Fica mais uma sugestão de leitura para si.

É um Livro de Jane Smith

Sim, é um Livro.
Na verdade, este Álbum Ilustrado é uma celebração da leitura impressa, feita em papel.

Sim, o livro, prende o seu leitor graças a sua narrativa. A sua maior força, está em aguçar o pensamento e o imaginário, de quem se deixa conduzir pela beleza do seu universo simbólico.
Nesta aventura, três amigos encontram-se e a história desenvolve-se perante a  perplexidade sobre a funcionalidade do objeto livro.

O macaco, se delicia com a sua presença...
O burro, não consegue compreender o seu valor, já que o livro não é interactivo como os jogos que existem no seu computador...
E o rato, dá um tom de comédia...

Mas no final, o burro rende-se a perplexidade e a aventura de ler o livro. Porque a impressão da escrita -no papel- seja através da palavra ou da imagem, é sempre um prazer a descobrir.

Em Portugal , O Livro, foi publicado pela editorial Presença.
Corra as livrarias e vá buscar o seu!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Os Pais e a Educação Emocional; como educar uma criança autodisciplinada,responsável e socialmente capaz.

Um guia para otimizar a relação entre Pais e Filhos.

"Este livro coloca de parte o método tradicional que o leitor está habituado a ver nos livros de pedagogia educativa, uma vez que dá uma importância particular às emoções que coabitam na relação entre pais e filhos. É a partir destas, segundo os autores, que se constrói o verdadeiro desenvolvimento psicológico da relação entre ambos.
Na verdade este livro assenta nas regras base do livro de Daniel Goleman, ‘Inteligência Emocional’. Em ‘Os Pais e a Educação Emocional’ os autores, além de lhe relembrarem esses conceitos, ensinam-na a colocá-los em prática para que o sucesso da relação seja realmente eficaz.
Não se pode considerar que este seja um livro maçudo. Está preenchido com inúmeros diálogos, casos distintos, problemas que existem na vida dos mais novos, desde as brigas com os irmãos, o ciúme, e os atritos escolares com amigos ou professores. Partindo do pressuposto da existência destes problemas, e de outros, o livro oferece a forma correcta de os resolver, conseguindo encará-los de frente e ultrapassá-los de forma harmoniosa para ambos os lados, pais e filhos.
O intuito é educar devidamente as crianças, ao mesmo tempo que as torna fortes, independentes e firmes na suas decisões, sem necessitarem de estarem constantemente em busca do auxílio dos pais. Na realidade prepara-os para um futuro melhor, mais eficaz no ultrapassar de determinadas situações, adoptando a criança desde cedo uma postura que lhe permita, quando crescer, ser forte e determinada.
A forma como se explicam as coisas, a resolução dos problemas ou o método utilizado para repreender devem ser devidamente renovados para que a educação emocional dos filhos possa estar equilibrada. Porém, esse equilíbrio passa também por uma renovação dos pais para puderem educar convenientemente os seus filhos. A emoção está sempre na base do verdadeiro sucesso!"

O texto foi retirado deste site:

Alguns cuidados na comunicação com o seu Filho!

Existem alguns comportamentos, que podem ser evitados. Na verdade, é importante que cada um de nós tome consciência, que comportamento gera comportamento.
Logo, um comportamento agressivo, gera outro comportamento agressivo. Um comportamento assertivo, gera outro comportamento assertivo.
Por isso, se desejamos relações estáveis, funcionais e baseadas no respeito e afeto, devemos estar conscientes da forma como o nosso comportamento, afeta a dinâmica da relação.
A mais pura verdade, é que a única forma de transformar um comportamento agressivo e disfuncional, é através da assertividade.
Dandra e Harry Choron, no seu livro Book of Lists for Kids, apresentam uma série de comportamentos a serem evitados pelos pais, e que foram diagnosticados por seus filhos, como inibidores da relação:

·        Critica-los em frente dos amigos.
·        Contar os seus segredos mais íntimos a outros membros da família.
·        Abrir a sua correspondência privada.
·        Pedir –lhes que façam companhia
·        Ir para o pé deles quando os amigos deles vão lá a casa e “fazer-se íntimo”.
·        Esquecer-se dos nomes dos amigos deles e confundir uns com os outros.
·        Invadir a sua privacidade entrando nos quartos sem bater à porta.
·        Fazer imensas perguntas pessoais aos seus amigos (sobre os pais deles, o que fazem, o que têm, o que não têm)
·        Ignorá-los quando você recebe os seus amigos.
·        Repetir as mesmas perguntas sobre a escola mais de uma vez num curto período de tempo.
·        Fazer comentários críticos sobre o que eles ouvem na rádio.
·        Implicar com eles dizendo que deviam ter mais horas de sono e exigir ao mesmo tempo que façam mais horas de estudo.
·        Queixar-se sobre os seus hábitos alimentares.

Para refletir: AS CRIANÇAS de Khalil Gibran

(excerto)
"E uma mulher
que trazia um menino no colo
disse:
-Fala das Crianças

E ele respondeu:
-Os vossos filhos
não são vossos filhos:
são filhos e filhas
do chamamento da própria vida.

Vêm por vosso meio
mas não são de vós:
e a pesar de estarem convosco,
não vos pertencem.

Podeis dar-lhes o vosso amor;
mas não os vossos pensamentos:
porque eles têm pensamentos próprios.

Podeis acolher os seus corpos;
mas não as suas almas
porque as suas almas
habitam a casa de amanhã
que não podeis visitar,
nem sequer em sonhos.
Podeis esforçar-vos por ser como eles;
mas não tenteis fazê-los como vós.

Porque a vida não vai para trás,
nem se detém com o ontem. "

Sugestão de Leitura: È bom estarmos juntos de Patrícia Pinto

Vamos falar da importância de passar um tempo de intimidade. Tempo de alegria e partilha de estar junto. Sim, estar junto é uma vitamina que faz crescer, e deve ser ministrada diariamente, assim como, tempo para o brincar.
Na azáfama de ser grande, perde-se o precioso tempo de contemplação e desfrute, de coisas e instantes pequeninos que são construtores de segurança emocional.No livro, Patrícia Pinto, sua autora, dá sugestões deliciosas, e o mais importante; o faz num discurso meigo e afetuoso, que envolvem o leitor com a ternura que é necessária para promover o tão famoso "tempo de qualdade".
Fica a sugestão de leitura, com o pleno desejo que as ideias sugeridas sejam utilizadas ao máximo para a felicidade da família,e a melhoria na comunicação entre Pais e Filhos.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Feira do Livro na Escola da Serra d'Agua

Contando Histórias na Pré da Escola da Pena








A Escola da Pena convidou-me para a sua Feira do Livro 2011. E lá fui eu muito animada, já sabem que gosto de estar entre os meninos e os livros.O dia foi cheio de surpresas e na Biblioteca dos Livros Mágicos, contei uma história deliciosa com a participação dos leitores.Deu -me muito prazer, claro, que com meninos há sempre um trabalhinho extra para fazer, como um atacador que resolveu pedir uma atenção especial...
Quem arrisca o nome do livro?

terça-feira, 12 de abril de 2011

Isto ou Aquilo? de Dobroslav Foll



O video foi encontrado no Blog da Editora Bruáa. O título do livro em português é: Isto ou Aquilo?
O livro já se encontra nas livrarias, eu já tenho o meu...

http://www.bruaa-editora.blogspot.com/

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Criando uma Biblioteca em casa

Vamos falar da importância de criar uma Biblioteca em casa. Por isso, amanhã às 10, não perca a emissão e  fique ligado na Antena 1- Rtp Madeira .
Ouça todas as dicas, e por favor, coloque-as em ação.Para ficar com o "gostinho" na boca, alguns exemplos:

Criando a Biblioteca
  • Espalhe a ideia, diga a seus amigos e familiares que está organizando a Biblioteca do seu filho, e por isso, no aniversário, Natal e outras festinhas, os livros são bem vindos como presente. Sensibilize a todos que ”os livros não são uma coisa chata”, são “brinquedos do pensar”.
  • Vá a procura do tesouro! Procure livros infantis nas livrarias,internet etc. Tanto os livros novos, como os usados, são uma boa opção.
  • Converse com outras mães. Troque os seus livros em bom estado, mas que o seu filho já não tem interesse, por outros que sejam novidade. Evite guardar livros que o seu filho já não lê, apenas para ter a recordação. Lembre-se que o livro que está esquecido na estante poderá fazer outra criança feliz. Que bonito será viver num mundo onde todos têm acesso ao livro.
  • Vá a Biblioteca da sua cidade e faça o Cartão de Leitor do seu filho. Ter uma Biblioteca em casa, não significa só ler o que tem por perto…
  • Faça um mealheiro para os livros. Todas as semanas guarde um dinheirinho – é um pequeno fermento, para fazer crescer a sua biblioteca. Com o tempo, os resultados serão surpreendentes.
Já ficou curioso? Então, sintonize-se!

O livro negro das cores - Menene Cottin . Rosana Faría



Vídeo do Blog de Pedro Moura.
Poderá encontrar o livro disponível na Editora bruáa

OS DIREITOS DOS FILHOS A LEITURA

A Associação Colombiana do Livro Infantil, juntamente com a investigadora e professora Keith Topping,divulgaram alguns dos direitos que os filhos leitores possuem:

  1. Os filhos têm o direito, independente da crença ou origem, de receber e ouvir os mais belos contos, relatos, poemas...da sua tradição cultural, é não só; especialmente se estas palavras potenciem a sua imaginação e capacidade crítica.
  2. Os filhos têm direito a receber, palavras bonitas a qualquer hora do dia. Se os pais se negam a este gesto, além de atuar irresponsalvelmente e injustamente, estão a sepultar toda a possibilidade da criação do vínculo entre pais e filhos.
  3. Toda a criança, que não tenha quem lhes conte histórias, tem o direito absoluto de pedir a um adulto de sua preferência, que o faça, sempre que este lhe contar com amor e ternura, que é a forma como se partilha palavras delicadas. Todos, como Pais, devem estar dispostos a assumir esta "paternidade literária adotiva".
  4. Os seus filhos, têm direito a sentar-se nos joelhos dos seus avós para saborear juntos um conto, história, lenga-lenga, canção...e se possue o privilégio de ter ainda vivos os seus quatro avós,estes devem partilhar um pouco de si, a outros meninos que não tenham na sua família, esta figura tão importante a seu crescimento.
  5. Os seus filhos, têm o direito de conhecer Anderson, os Irmãos Grimm, Dahl, Carrol, entre outros.  Os Pais estão obrigados a lhes dar de beber os contos e poesias destes autores.
  6. Os seus filhos têm o direito de saborear fábulas, mitos e lendas da tradição oral do seu país.
  7. Não retire do seu filho a possibilidade de criar e contar as suas próprias histórias e poemas.Permita que o faça e partilhem juntos.
  8. A criança tem o direito de pedir que o nutra permanentemente com novas palavras, imaginativas, realistas,narrativas ou poéticas, alegres ou patéticas...mas sempre emocionadas e honestas.
  9. O seu filho tem o direito a pedir sempre outro conto, poema, lenda...e exigir que o repita o seu texto favorito mais uma vez...
  10. O seu filho, tem o direito a compartilhar a sua infância com O Capuchinho Vermelho, Os músicos de Bremen, Elmer entre outros, e encher-se de gozo quando, a cada noite dás a ele com sublime delicadeza, o maravilhoso "era uma vez...", que o avisa que começa a aventura da palavra mágica e sincera.
Porque Ler, não é apenas compreender a palavra e o seu significado...

terça-feira, 29 de março de 2011

segunda-feira, 28 de março de 2011

COMO FAZER O SEU FILHO NÃO GOSTAR DE LER

Sim, nesta emissão de uma forma divertida, vamos falar "do que deve fazer" para que o seu filho não goste de ler.
Na verdade, assistimos a uma certa promoção "desvairada", desculpem o termo, do livro e algumas vezes nos perguntamos o porque de tanta preocupação.
Acredito que se desejamos que as crianças e os jovens leiam, temos de ler. Afinal, o exemplo é a melhor forma de aprendizagem, não será assim?
Mas o convite está aberto, se desejar ficar ligado- para ouvir as dicas ou simplesmente para discordar- amanhã das 10 às 11, sempre na RTP-Madeira Antena 1, Eu e a Marta Cilia, vamos manter uma conversa sobre o Livro Infantil.
Prometo que vou levar o meu "Manual de Delicadeza para Pais e Filhos Leitores" , com um certo tom de Auto Ajuda para Pais.

Algumas ideias soltas:
  • Critique a leitura dos seus filhos;
  • Afirme que Comics e Banda desenhada, não são "coisa séria";
  • Proiba de ver televisão, obrigue-o a ler os clássicos;
  • Dê de presente, os livros que lia quando era criança;
  • Nunca leia para o seu filho, ler é coisa que se aprende na escola;
Com estes, e outros comportamentos, em pouco tempo o seu filho fugirá quando tiver um livro por perto. Tente, funciona.

NINHO DA LEITURA


Surpreendente.Mais um Ninho da Leitura, caloroso e pleno em afetos. Os livros foram partilhados, e o pó dos livros deu espaço a uma viagem ao mundo simbólico.
Que bom, é encontrar pessoas que se espantam com a Literatura Infantil.

Vejam o que disseram:
  • "Foi uma experiência muito estimulante e contagiante, "recomenda-se" - José Vieira
  • "Obrigada, Cíntia" Saio cheia e muito enriquecida. Um abraço"- Andrea dos Santos
  • "Todos os adultos, ou pelo menos a maioria,esquecem-se da criança que um dia foram" -Lídia Andrade
  • "Gostei muito de fazer o papel da criança ao ouvir algumas histórias e a forma como foram contadas. Foi maravilhoso!"- Ricardina Delgado
  • "Foi uma descoberta fantástica e memorável. Fez despertar a criança curiosa e criativa que há em mim! Obrigada " - Sandra Catanho
O próximo Ninho da Leitura , acontecerá no dia 28 de maio, das 10 às 13 horas.
Não fique aí sentado, venha fazer parte deste grupo de Pais, Educadores, Professores e curiosos que lêem para as crianças. Vai ficar surpreendido com a alegria e o prazer que a leitura pode proporcionar!

info e inscrições: palmeira.criatividade@gmail.com
Local- Hotel Tivoli (sala 4) a entrada é pela Promenade do Lido
28 de maio / 10 às 13 horas

O Tigre que veio tomar chá - Judith Kerr

Animalário Universal

domingo, 6 de março de 2011

Novidades no "Ninho da Leitura"

O Workshop "Ninho da Leitura" continua a estreitar laços e criar proximidade.
Os contos nos embalam e cada grupo deixa a sua marca.  Não poderia estar mais contente, tenho aprendido muito com cada "pássaro" que chega ao Ninho.
De maneira informal e numa conversa descontraída, vamos falando de crianças, horas do conto, sugestões de livros infantis, e assim, aumentamos o nosso repertório de ideias sobre como fomentar o prazer de ler.
Para mim,dinamizar a leitura não é uma obrigação apenas  das instituições públicas - bibliotecas, escolas e centros culturais - é um gesto que deve estar presente em todos nós, no aconchego da nossa casa, na partilha de umas horas prazenteiras.

Ler em voz alta, possibilita que a criança crie uma maior intimidade com a língua e desfrute o prazer de se deixar levar pela alegria dos contos.
O compromisso de promover uma infância saudável, é de todos nós.
As Educadoras de Infância, estão muito atentas as necessidade de leitura das suas crianças em sala de aula. Num Ninho da Leitura, apenas com docentes,vejam o que disseram:

"Muitos Parabéns pelo Workshop "Ninho da Leitura". Gostei muito pois fez-me ficar no papel de "ouvinte" e não de "contador" de Histórias (que geralmente tenho, pois sou Educadora) Ao ouvir aprendi!"
Fátima Ornelas

"Este momento foi muito agradável, fez-me pensar,imaginar para mais tarde criar!!! Adorei!!!"
Márcia Colaça

"Este Workshop foi muito interessante,aprendi bastante sobre os benefícios da leitura e as escolhas adequadas a idade"
Mônica Carvalho

"Foi um despertar que a importância do livro e do prazer que a leitura nos dá. De como um livro nos ajuda a enfrentar o temível, o icógnito e o fantástico. Obrigada Cíntia"
Mônica Virissimo

"Como me faz crescer, poder partilhar as experiências e conhecer os outros."
Ana Rita

"Fez-me embalar no sonho...da leitura. Obrigada Cíntia!"
Rubina Spínola

"Foi uma experiência boa, tivemos a possibilidade de ter contato com diferentes livros interessantes"
Inês Caetano

"Gostei muito. Foram três horas de pura tranquilidade, aprendi muito. Obrigada!
Rubina Jardim

Workshop " Ninho da Leitura"
Hotel Tivoli- Sala 4 ( a entrada é pelo Lido)
Sábado dia 12 de Março

Turma 1 - 10 até 13 horas
Turma 2 - 14:30 até 17:30 horas

Investimento - 20 sorrisos
Informações e inscrições: palmeira.criatividade@gmail.com

terça-feira, 1 de março de 2011

CRIATIVIDADE PARA PAIS E FILHOS - sugestões de leitura

Algumas das sugestões de leitura, que foram feitas no Programa "Criatividade para Pais e Filhos", na RDP-Madeira, Antena 1
São tantas as sugestões, que não cabem num post...Mas não se deixe intimidar, sempre haverá um livro à sua espera que ainda não foi descoberto.

Lembre-se, todas as listas são incompletas...mantenha-se aberto a apaixonar-se a cada instante.






Estes e muitos outros, fazem parte dos livros do Ninho da Leitura; um espaço formativo que pretende dar ferramentas para os Pais motivarem a Leitura em casa.
Livro, um belo presente!

segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

WORKSHOP "NINHO DA LEITURA"


O primeiro "Ninho da Leitura" aconteceu, com a agradável surpresa de ter a sala cheia.
Por estas bandas, as vezes há pouco tempo para investir em auto conhecimento...mas a sabedoria das pessoas mostrou-me o contrário.Que bom é não ter sempre razão.
A sessão foi animada e muitas histórias ganharam vida.O calor humano envolveu a todos, e uma participante cheia de coragem até arriscou uma leitura. Claro, que aplaudimos calorosamente.
Outras leituras partilhadas:
  • Pê de Pai- da dupla Isabel Minhós e Bernardo Carvalho do Planeta Tangerina.
  • Uma Supresa para Handa - de Eileen Browne da Editora Caminho
  • Ler é divertido - do Todd Parr - Editora  Galivro
  • Muito Obrigado- mais uma vez da dupla dinâmica do Planeta Tangerina. Claro que outros  livros nos fizeram companhia, mas ainda estão na mala, por isto,não consigo dizer a ficha completa, desculpem -me a azelhice...
Vejam o que disseram do Ninho da Leitura:
  • "Participar neste Workshop foi muito enriquecedor, pela partilha de ideias, pelas diferentes formas de ler e pela amizade adquirida" - Mariana Rodrigues - Educadora de Infância.
  • "Positivo por motivos profissionais, adquirir mais conhecimentos e mais competências" - Fernanda Andrade - Animadora Sócio Cultural
  • "Foi entrar no mundo infantil" - Dulce Nunes - Educadora de Infância.
  • "Uma experiência única e enriquecedora/motivadora. Obrigada!!!" - Luísa Gonçalves - Formadora, Jornalista, Voluntária da Acreditar.
  • "Foi uma grande aprendizagem. Obrigada Cíntia!" - Clarisse Fernandes- Formadora, Voluntária da Acreditar.
  • "Foi muito emotivo e informativo" - Susana José da Luz - Educadora de Infância.
  • "Participar neste Workshop "O Ninho da Leitura" foi espetacular! Aprendizagem rica em Literatura" - Lisandra das Almas- Educadora de Infância.
  • "Reavivar o gosto pelos livros" - Gorete da Silva
  • "Perceber que nunca é tarde para perceber o mundo da leitura"- Filipa Silva- Psicologa
  • "É fenomenal ver o prazer da leitura partilhado por outros e principalmente pela Cíntia, que faz muito por semear nos outros essa semente. Muitas ferramentas para minha vida  e para meu trabalho" - Carolina Jesus-Educadora de Infância, Voluntária da Acreditar.
E agora, lá vou eu fazer a listagem dos livros...que bom, temos novas aquisições.

Workshop Ninho da Leitura

12 de Março
Hotel Tivoli - Sala 4 - entrada pela Promenade do Lido
10 a 13 horas (turma 1)
14:30 a 17:30 horas (turma 2)

Investimento: 20 sorrisos
Inscrições e info: palmeira.criatividade@gmail.com

domingo, 20 de fevereiro de 2011

CARTA AOS PAIS- Ler para o seu Filho


Certamente não estaria a escrever esta carta, se não tivesse passado pela experiência de ter tido alguém, que me contava estórias e me levava a passear nas livrarias. O culpado deste vício é o meu Pai, foi ele quem me infectou com o pó dos livros...este pó embriagante que nos leva a viver através dos contos.

Sim,sou uma leitora profissional. É a profissão que mais me dá prazer. As outras que acumulo,desconfio que são part times para o meu verdadeiro negócio: o prazer de ler.

Mas não pretendo falar das minhas memórias, afinal, este escrito pretende ser apenas uma carta.Quero apenas lhe dizer, de forma sincera, porque é tão importante ler para o seu filho. E porque este investimento afetivo é essencial ao seu crescimento:
  • Ler alimenta o Banco de Imagens - Crescer e ser embalado por histórias e livros vai fazer com que a criança guarde dentro de si as imagens que existem nas ilustrações, e as imagens do que imaginou quando a estória lhe foi lida.Ler alimenta a Imaginação.
  • Ler cria intimidade com a palavra - Para se conhecer uma língua e se expressar com gosto, é preciso conhecê-la intimamente. Ler para o seu filho, com alegria e num ambiente de aconchego, vai lhe proporcionar interesse em dominar a língua e expressar-se através dela.
  • Ler é divertido - Uma sessão de leitura antes de dormir, ou uma sessão de contos animada com a participação de toda a família, é certamente um espaço de diversão e bem estar.
  • Ler nos permite conhecer novos mundos- Quem disse que precisa fazer um cruzeiro para conhecer outros países, está completamente enganado. É possível viajar através da Imaginação. Faça uma seleção variada de leituras e deixe-se conduzir pela magia das estórias.
  • Ler nos faz curiosos - Imagine que durante toda a sua vida só leu um livro, um pequeno livro e nada mais...consegue imaginar? Espero que não. Uma pessoa que não lê, não tem dúvidas, não é curiosa, não possue senso crítico,  não tem opinião, não cria fantasias, logo, não tem uma Casa do Pensamento formada, apenas um aquário vazio...muito vazio.
  • Ler ajuda a escrever melhor - Ler é muito importante para a aprendizagem da escrita. Que lê, escreve com mais facilidade. Além de enriquecer o vocabulário,a leitura nos permite pensar, interpretar, para depois transformar este pensamento em algo escrito. Vamos ser mais claros? Posso ler uma história para depois, escrever-lhe um novo final, ou, uma nova história com as personagens principais.

Orientações do:

Workshop Ninho da Leitura
dia 12 de março
das 14:30 às 17:30 horas no Hotel Tivoli

PERDIDO E ACHADO de Oliver




O delicioso trailler do filme , baseado no livro escrito e ilustrado por Oliver Jeffers, vai aumentar o desejo de ter o livro em mãos.Não se esqueça de anotar o título, "Perdido e Achado" ,na próxima vez que procurar uma boa opção de leitura.
O lançamento promete ser divertido, com direito a contadores de histórias entre outras surpresas...deste lado, ando a tramar a melhor estratégia para tê-lo em mãos e quem sabe apresenta-lo aos formandos do Workshop Ninho da Leitura, será que consigo? 
Perdido e Achado
Ilustrado e escrito por Oliver Jeffers
Editado pelo Orfeu Mini

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

DICAS PARA PROMOVER O GOSTO DA LEITURA NO SEU FILHO


  1. Ler na cama - O tempo de leitura vai fazer bem a todos. Quem garante são os especialistas. Crianças a quem os pais contam histórias antes de dormir, se sentem mais acompanhadas e o seu sono é mais tranquilo e repousante.Por isso, acredite que uma boa história antes de dormir, é um xarope contra os pesadelos. Invista neste tempo de leitura, principalmente se a criança for pequena.
  2. Deixe  livros espalhados pela casa- O tempo dos livros trancados nas estantes de arame, já passou. Para que se goste de ler, é preciso ter acesso aos livros, e para isso, eles devem estar à altura da criança, em bancadas baixas e em todo lado.Deixe livros em todos os cantinhos da casa: leituras rápidas na casa de banho, livros para rir na cozinha, livros pesadões num canto qualquer, livros de diversos estilos no quarto etc. Uma vez por semana, num espaço especial, surpreenda-o com uma nova leitura - poderá ser uma poesia, um mapa, um bilhete, o importante é deixa-lo descobrir que a leitura pode se apresentar em diversos formatos.
  3. Procure livros em outros lados- Leve o seu filho para uma tarde numa livraria, sem pressas e sem a obrigação de comprar todos os livros que lá encontrar. Motive-o a observar diferentes livros. Apresente-o aos mais diferentes livros a cada visita. Conhecer o atlas, um livro de cartas, um dicionário diferente, um livro em outra língua...etc. Se na sua cidade há uma biblioteca, não deixe de visita-la.Se por acaso tem a imagem de bibliotecários sisudos e mau humorados, saiba que muita coisa mudou. Há bibliotecas bem equipadas, e com pessoal com grande conhecimento de literatura infantil à espera de novos leitores. Se houver um Serviço Educativo, participe. Crie novos hábitos de leitura.
  4. Pergunte ao Pediatra - Se não acredita no que estou a dizer, ou acha que apenas os professores é que acreditam no valor da leitura, pergunte a outros especialistas. Pergunte a seu Pediatra:  quais as vantagens de ler para o seu filho com apenas 6 meses? Porque é importante ler, antes da criança saber falar? Qual a diferença no desenvolvimento cognitivo de uma criança que os pais lêm,comparado com outra que os pais não lêm ? Ficará surpreendido com a resposta.
  5. Informe-se - Procure revistas sobre Educação e Psicologia e leia alguns artigos sobre a importância da leitura. Saiba porque é importante ler. Passe a informação para outros pais. Crie um Cordão Humano de amor a Leitura.
  6. Surpreenda a Professora - Porque não, levar um livro em bom estado para a sala de aula do seu filho? A proposta é, criar um Baú de Leitura da nossa sala, onde os livros sejam doados pelos pais. O objetivo é  que cada criança fique enriquecida com a magia dos livros, através da leitura partilhada.Reconhecendo que nem todas as escolas possuem uma biblioteca, esta iniciativa, além de apoiar a leitura em sala, reforça os laços entre os alunos e os pais. Se pensarmos de forma prática, numa sala com 20 alunos, cada criança vai conhecer 20 livros, pelo preço de apenas um livro! E no final do ano poderá levar o seu livro de volta para casa, um livro diferente - um livro partilhado à várias mãos.
Estas são algumas informações que terá acesso no WORKSHOP Ninho da Leitura,
que acontecerá no dia 26 de Fevereiro no Hotel Tivoli (Sala 4).
Increva-se!

Informações pelo email: palmeira.criatividade@gmail.com