segunda-feira, 15 de novembro de 2010

CRIATIVIDADE NA ESCRITA

ESCREVER É ENTRAR EM DIALOGO CONSIGO MESMO. MOTIVAR AS CRIANÇAS A ESTE DIALOGO NÃO É TAREFA TÃO DIFÍCIL, QUANDO NOS DEIXAMOS GUIAR POR ALGUMAS IDEIAS.


1.Esqueça o vermelho- Se deseja manter os níveis de Criatividade em alta,esqueça a caneta de cor vermelha. Use todas as cores possíveis. Não faça a criança associar a cor, ao erro.
Desmistifique o medo de escrever “errado”. Ensine-os que erros ortográficos fazem parte do processo de criação e conhecimento da língua.No processo da escrita,assim como de qualquer aprendizagem; errar é estar em movimento.

2.Escrevam juntos- Escrever é encontrar a folha em branco, e isto por si só, pode ser assustador. Crie espaços onde os alunos escrevam juntos.
Esqueça a formalidade das composições, onde a criança tem que escrever sozinha um número determinado de linhas, em apenas 15 minutos. A escrita, pelo amor de Deus, não é uma maratona literária. Proponha exercícios mais variados e liberte-se do relógio.
Convide toda a turma a criar sugestões para títulos de histórias. Durante o processo: ouça todas as ideias e valorize-as.Assim verá que pouco a pouco, as ideias fluem mais naturalmente.

3.Dê Tempo- Mais uma vez:não apresse. Não seja demasiado rígido com o relógio. O processo criativo é diferente para cada pessoa.
Se não conseguirem terminar os exercícios criativos, mantenha o sorriso, veja o que foi criado e perceba se o grupo precisa de mais tempo para criação.
Não se esqueça que é importante adaptar os exercícios ao ritmo da turma. O que funcionou com um grupo,pode não funcionar com outro. E acima de tudo, não diga coisas como: ”é sempre a mesma coisa”, “ainda não terminaram?!”. Evite críticas e mantenha um ambiente de partilha e aconchego.A escrita é um processo de cognição, não acontece magicamente.
4.Exercite as mãos - Aqueça o grupo.Antes de escrever, coloque uma música divertida e dance com as mãos. Crie uma sequência de movimentos e deixe que as mão se libertem do corre-corre dos dias, brinquem.Nada pode ser mais sério do que o momento da brincadeira. O grupo vai se divertir e levará esta alegria para a sua escrita.
5.Escrevam em todo lado - Se puder, leve os seus alunos para um jardim ou outro espaço aberto. Na companhia da natureza, as ideias ganham forma. Deixe que investiguem este lugar ; que escrevam sobre as formigas que encontram pelo caminho ou quem sabe,que entrevistem aquela árvore tão alta e imponente.O importante é educar para o olhar. Motive as crianças a observarem tudo o que está a sua volta.

6.Conte Histórias - Ao contrário do que se possa pensar, a Criatividade deve ser alimentada. As ideias não caem simplesmente do céu,se observarmos bem, todos os escritores, nas suas biografias relatam que desde cedo foram embriagados por histórias.As vezes, era o pai que as contava, outras, uma pessoa mais velha que vivia na casa ao lado.
Há livros que falam sobre o impacto das histórias na vida do autor. Na verdade, todos somos contadores de histórias e se desejamos motivar para escrita é impresindível ter um monte delas por perto.

1 comentário:

  1. Directamente da Voz para a Escrita e a Leitura :0)
    Uma das coisas mais importante que os pais podem fazer pelos filhos (logo após o amor, o carinho, o toque e a alimentação do corpo) é alimentar-lhes o cérebro e começar logo nos primeiros meses a ler-lhes histórias e a cantar-lhes. Muitos pais precisam de ser "espicaçados" para dar esta alimentação aos filhos...
    Ainda é preciso mudar alguns hábitos e mentalidades para que todas as crianças possam usufruir desde tenra idade deste néctar tão precioso.

    ResponderEliminar

Deixe um comentário