segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

CARTAS AO PAI NATAL- Um Natal tranquilo

Caro Pai Natal

Esta carta mais se parece com uma queixa do Livro de Reclamações. Mas por favor, leve a sério. Tenho apenas 5 anos, mas tenho os meus problemas existenciais.

Afinal, quem tem apenas 5 anos, também tem os seus direitos.Quero fazer um pedido, será que neste Natal podemos passar só nós os quatro?! Ou melhor, eu,o mano, o pai e a mãe?

Sabe, todos os anos é a maior confusão. Andamos de um lado a outro, para lá e para cá, sempre com a casa as costas, a visitar toda a gente, num corre e corre tão grande,que no final de tudo, não nos divertimos nada.Nós, eu e o mano, andamos às turras, o pai amua para um lado e a mãe fica sempre com dores de cabeça...

Era bom mesmo, que os meu pais criassem juízo, e ao invés de tentar agradar a todos, percebessem que o melhor Natal acontece dentro de nós.
Assim, eu podia brincar com os meus brinquedos, andar de pijama até mais tarde, descansar pelos cantinhos da casa e o melhor de tudo, abrir os presentes na manhã do dia 25, calmamente, só nós os quatro, e depois,juntos, comermos aqueles deliciosas torradinhas que só o meu pai sabe fazer.

Se o Pai Natal conseguir este milagre, pode cortar os meus presentes pela metade, um Natal tranquilo é tudo aquilo que uma criança deseja.

Bjs Ana

Sem comentários:

Enviar um comentário

Deixe um comentário